TIPOLOGIAS DE VISTOS E RESPECTIVA DOCUMENTAÇÃO

O Consulado Geral da Itália em São Paulo é competente pela emissão de vistos para os cidadãos brasileiros e estrangeiros residentes nos Estados de São Paulo, Acre, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.   Os cidadãos brasileiros são ISENTOS de visto de ingresso para viagens a turismo, negócios, competição esportiva, convite, missão e estudo, desde que a estadia não supere os 90 dias. No prazo de 90 dias está incluída a estadia como turista em qualquer Estado da área Schengen. Entretanto, esses cidadãos isentos de visto, ao ingressar na Itália, deverão fornecer obrigatoriamente as seguintes garantias:

  1. Passaporte com prazo de validade de pelo menos seis meses;
  2. Reserva da passagem de volta no prazo de 90 dias;
  3. Seguro Saúde internacional, com cobertura mínima de 30.000,00 Euros, ou modelo CDAM (também conhecido como modelo IB2) emitido pelo INSS;
  4. Hospedagem: reserva em hotel ou Lettera di invito-Carta convite, com cópia do documento de identidade do cidadão italiano que convida; caso quem convida não seja cidadão da Comunidade Européia (UE), além de cópia do documento de identidade deverá acrescentar cópia do “permesso di soggiorno” valido;
  5. Comprovação econômica, de acordo com as indicações disponíveis no site www.esteri.it/visti/sussistenza.html

O preenchimento incompleto dos requisitos acima será sujeito à exclusiva avaliação da Polícia de Imigração.   Informações sobre a necessidade ou dispensa de visto para estadias de curta duração (até 90 dias) de cidadãos de diversas nacionalidades encontram-se no site www.esteri.it/visti/home.asp

INFORMAÇÕES SOBRE OS PRINCIPAIS TIPOS DE VISTOS:

Visto para união familiar não existe mais. Os interessados entram na Itália como turistas e, dentro do prazo de 90 dias, solicitam a “Carta di soggiorno” (para regularizar a permanência) diretamente junto à Questura do lugar de residência.

 Visto Religioso – Culto

  1. Passaporte com prazo de validade de pelo menos 15 meses, mais cópia simples das primeiras quatro paginas;
  2. Formulário preenchido: Formulário D – Para pedido de visto de longo prazo (acima de 90 dias de estadia)
  3. Duas fotos em cores, recentes, formato 3×4;
  4. Nota verbal da Nunciatura Apostólica* no Brasil, em papel timbrado e devidamente assinada, mais cópia simples;
  5. Carta Convite da Congregação na Itália, em papel timbrado e devidamente assinada pela “Segreteria di Stato Affari Generali” do Vaticano, mais cópia simples;
  6. Carta da Congregação no Brasil declarando onde o religioso mora, assinada pelo responsável, com assinatura reconhecida em tabelião de notas;
  7. Reserva da passagem mais cópia simples;
  8. Recolhimento da taxa governativa (de valor variável a cada três meses) mediante boleto entregue quando da entrevista.

Documentação adicional poderá ser solicitada, se necessário, em ocasião da entrevista.   * A nota Verbal deve ser solicitada à Nunciatura Apostólica diretamente pela Congregação no Brasil, através da carta convite da Congregação na Itália.

 Visto  Religioso – Studio Formazione Religiosa

  1. Passaporte com prazo de validade de pelo menos 15 meses, mais cópia simples das primeiras quatro paginas;
  2. Formulário preenchido: MODULO di RICHIESTA di VISTO Tipo “D” (Permanenza superiore a 90 giorni)
  3. Duas fotos em cores, recentes, formato 3×4;
  4. Nota verbal da Nunciatura Apostólica* no Brasil, em papel timbrado e devidamente assinada, mais cópia simples;
  5. Carta Convite da Congregação na Itália, em papel timbrado e devidamente assinada pela “Segreteria di Stato Affari Generali” do Vaticano, mais cópia simples;
  6. Carta da Congregação no Brasil declarando onde o religioso mora, assinada pelo responsável, com assinatura reconhecida em tabelião de notas;
  7. Reserva da passagem mais cópia simples;
  8. Para este tipo de visto NÃO é necessário pagar a taxa governativa.

Documentação adicional poderá ser solicitada, se necessário, em ocasião da entrevista.   *A nota Verbal deve ser solicitada à Nunciatura Apostólica diretamente pela Congregação no Brasil, através da carta convite da Congregação na Itália.    

 Visto  Lavoro Subordinato  (Trabalho com vinculo empregatício) 

  1. Passaporte com prazo de validade de pelo menos 15 meses, mais cópia simples das primeiras quatro paginas;
  2. Formulário preenchido:MODULO di RICHIESTA di VISTO Tipo “D” (Permanenza superiore a 90 giorni)
  1. Duas fotos em cores, recentes, formato 3×4;
  2. “Nulla Osta al Lavoro Subordinato” (Deferimento)*, expedido pelo competente “Sportello Unico per l’Immigrazione” em original, mais cópia simples;
  3. Reserva da passagem mais cópia simples;
  4. Comprovante de residência (conta de luz, água, tel.) mais cópia simples;
  5. Titulo de eleitor, emitido com pelo menos 6 meses de antecedência, mais cópia simples;
  6. Recolhimento da taxa governativa (de valor variável a cada três meses) mediante boleto entregue quando da entrevista.

Documentação adicional poderá ser solicitada, se necessário, em ocasião da entrevista.   * O “Nulla Osta” deve ser solicitado na Itália diretamente pelo Empregador junto ao competente “Sportello Unico per l’Immigrazione (SUI)”.

 Visto Studio Universitario (em Faculdades na Itália)

  1. Passaporte com prazo de validade de pelo menos 15 meses, mais cópia simples das primeiras quatro paginas;
  2. Formulário preenchido: Formulário D – Para pedido de visto de longo prazo (acima de 90 dias de estadia)
  3. Duas fotos em cores, recentes, formato 3×4;
  4. Carta de aceitação (inscrição, pré-inscrição ou intercâmbio) da Faculdade italiana;
  5. Comprovante de matricula em faculdade brasileira ou diploma universitário de graduação, mais cópia simples;
  6.  Em caso de intercâmbio ou de bolsa de estudo: carta da faculdade brasileira ilustrando o intercâmbio ou a bolsa e relativa documentação (cópia do acordo de intercâmbio ou cópia do conteúdo da bolsa).
  7. Comprovante de alojamento, em original mais cópia, como: reserva em hotel de no mínimo sete noites; declaração da própria Faculdade italiana, caso forneça hospedagem; Lettera di invito-Carta convite de pessoa residente, que declara oferecer hospedagem (em anexo: cópia de documento de identidade valido da mesma, inclusive da pagina onde consta a assinatura; cópia do “Permesso di soggiorno” válido, caso quem convida não seja cidadão da comunidade Européia (UE);
  8. Comprovante econômico, em nome do aluno, no valor de Euro 417,30 para cada  mês de permanência na Itália, em original mais duas cópias: (opções consentidas) recibo da compra de Travels Cheques; ou cartão de debito internacional recarregável (tipo Visa Travel Money ou Visa Cash Passport) com saldo ativo; ou contrato de cambio relativo à compra de euros;
  9. Seguro Saúde internacional, em original mais 2 cópias simples, com cobertura mínima de  30.000 Euros, ou modelo CDAM (conhecido como modelo IB2) emitido pelo INSS;
  10. Reserva da passagem, em original mais 2 cópias simples;
  11. Titulo de eleitor, em original mais cópia simples, emitido com pelo menos 6 meses de antecedência, por um dos Estados de competência deste Consulado Geral: São Paulo, Acre, Rondônia, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul;
  12. Comprovante de residência (conta de água, luz, telefone) em nome do requerente, em original mais cópia simples.

Documentação adicional poderá ser solicitada, se necessário, em ocasião da entrevista.

  Visto Turismo

  1. Passaporte com prazo de validade de pelo menos seis meses, em original mais cópia simples de todas as paginas;
  2. R.N.E. (Registro Nacional de Estrangeiro, não o protocolo) valido, em original mais cópia simples;
  3. Comprovante de residência (conta de água, luz, telefone) em nome do requerente, em original mais cópia simples;
  4. Formulário (pedido de visto C) preenchido:MODULO DI RICHIESTA DI VISTO TIPO “A-C” (Permanenza inferiore a 90 giorni)
  1. Duas fotos em cores, recentes, formato 3×4;
  2. Reserva da passagem, em original mais cópia simples;
  3. Roteiro completo feito por agência de viagem, com reservas em todos os hotéis;
  4. Seguro Saúde internacional, em original mais 2 cópias simples, com cobertura mínima de  30.000 Euros, ou modelo CDAM (conhecido como modelo IB2) emitido pelo INSS;
  5. Comprovação da profissão e posição econômica no Brasil: contrato de trabalho (ou contrato social da empresa), holerites dos últimos 3 meses, declaração de imposto de renda, extrato da conta corrente bancaria dos últimos 3 meses, faturas dos últimos 3 meses dos cartões de crédito;
  6. Comprovação econômica de acordo com os parâmetros que constam no site http://www.esteri.it/visti/sussistenza.html;
  7. Certidão de antecedentes criminais (www.dpf.gov.br);
  8. Prova de eventual parentesco com cidadão brasileiro;
  9. Recolhimento da taxa governativa (de valor variável a cada três meses) mediante boleto entregue quando da entrevista.

Documentação adicional poderá ser solicitada, se necessário, em ocasião da entrevista.   Caso seja prevista estadia em outros territórios do Espaço Schengen, de acordo com o roteiro apresentado é possível que o pedido de visto não possa ser aceito por este Consulado Geral, mas deva ser apresentado, por competência, à Representação de outro País.